GitHub está armazenando todo código aberto no Ártico

O GitHub começou a armazenar todo o código aberto no Ártico, através da iniciativa Arctic Code Vault. Confira os detalhes dessa importante tarefa.

A iniciativa Arctic Code Vault, é parte do Programa GitHub Archive, cuja intenção é preservar para as gerações futuras todo o software de código aberto que é armazenado em seus servidores, no Ártico.

Em resumo, o GitHub armazenará seus repositórios públicos em um cofre do Ártico com o objetivo de “preservar todos os softwares de código aberto para as gerações futuras”.

Leia mais:
Microsoft deverá explicar ao governo brasileiro falha que expôs dados de usuários
Google adquire empresa que permite desenvolver aplicativos sem programação
Péssimas hábitos que temos quando envolve a área de TI
De quem é a responsabilidade de segurança na nuvem?
Como usar a prevenção de perda de dados no Office 365

E é um objetivo de longo prazo, porque deve garantir nada menos que o código armazenado nos próximos mil anos.

O anúncio foi feito durante a última conferência para desenvolvedores que mantinham a plataforma no final do ano passado e sob a premissa de que existem fatores para pensar sobre o “fim do mundo” que podem acontecer quando menos se espera, Portanto, a empresa da Microsoft deseja manter o software o mais seguro possível.

Para esta iniciativa, o GitHub fez uma parceria com a Long Now Foundation, Internet Archive, Software Heritage Foundation, Arctic World Archive, Microsoft Research, Bodleian Library e Stanford Libraries.

O programa contempla o armazenamento contínuo de dados em vários formatos e locais, entre os quais se destaca o Arctic World Archive, um cofre de 250 metros dentro da mesma montanha da Noruega usada para o banco mundial de sementes.

Os dados serão armazenados em bobinas de filme revestidas com pó de óxido de ferro, cuja duração é estimada em mil anos, para que, se necessário, possam ser lidas por um computador ou, se houver uma falta de energia global, mesmo por seres humanos.

Entre os primeiros depósitos estão o código fonte dos sistemas operacionais Linux e Android, bem como uma variedade de linguagens de programação, plataformas web, criptomoedas e ferramentas de inteligência artificial.

O GitHub planeja ter todos os repositórios públicos ativos armazenados em fevereiro deste ano.

Os dados estarão localizados ao lado de arquivos preservados digitalmente de todo o mundo, incluindo obras de arte, música, avanços científicos, manuscritos históricos ou achados arqueológicos.

Se ocorrer algum tipo de evento apocalíptico, todos esses dados poderão ser usados ​​para ajudar a reconstruir uma sociedade global. Caso contrário, pelo menos, atuará como uma valiosa cápsula do tempo.

Referência: Edivaldo Brito

Felipe Santos
Felipe Santos é Arquiteto de Cloud e Segurança, com vivência em Administração de Ambientes Windows Server, Cluster, Storages, Backups Veeam e Office 365.
pt_BRPortuguese

ATÉ 90% DE DESCONTO

DECOLE SUA CARREIRA!!

Quer dar um upgrade na sua carreira? 

Invista em você e saia na frente! Conquiste aquele emprego dos sonhos em 2021!