Aprenda já a criar VMs no azure por linha de comando

Você está estudando para provas Microsoft Azure, trabalha com Azure ou quer iniciar os primeiros passos nesse mundo? Então esse artigo é para você!! (Leia até o final)

Olá, tudo bem? Me chamo Gustavo, utilizo a plataforma do Azure a quase 2 anos e há 1 ano atuo como Microsoft Pre-Sales Engineer.

E com essa experiência do dia a dia, quero ensinar a você, hoje mesmo, a criar a sua primeira máquina virtual no Azure através de linha de comando. Isso vai te ajudar muito para o seu dia a dia de trabalho ou até mesmo auxiliar você que irá fazer alguma prova Microsoft Azure, principalmente AZ-103/AZ-104.

Ler mais:
Quarentena aumenta demanda do Microsoft Azure em 775%
Quais são os benefícios de se usar computação em nuvem (Cloud Computing)?
Aprenda já a criar VMs no azure por linha de comando
Criação de usuários no Microsoft Azure (portal)
De quem é a responsabilidade de segurança na nuvem?
Armazenamento em nuvem e seus benefícios

Então vamos lá…

Para iniciar, logue na sua conta do azure.

Estando logado, vá no canto superior direito do portal, e abra o Cloud Shell.

Com o cloud shell aberto, vamos começar…

Para criar uma máquina virtual do azure via cloud shell você precisará utilizar os seguintes comandos:

Para VMs Linux (exemplo Ubuntu)

Az vm create -n nomedamaquina -g resourcegroup –image UbuntuLTS –generate-ssh-keys

Obs: Nesse exemplo, foi gerada uma “ssh key” automaticamente.

Para VMs Windows (exemplo Win2016)

Az vm create -n nomedamaquina -g resourcegroup –image

Obs: Nesse exemplo, tivemos de escolher uma senha e confirmá-la, pois será utilizada para logar na VM Windows utilizando o usuário Admin, criado automaticamente.

Após alguns segundos, podemos ver que as máquinas foram criadas com sucesso. É possível observar tanto no cloud shell, como na parte de virtual machines do portal do Azure.

Pronto, agora você já é capaz de criar máquinas virtuais no azure utilizando apenas linha de comando, de forma simples e rápida.

Vale ressaltar que eu já tinha pronto todo um ambiente de rede para a criação das máquinas, onde já estavam criados o grupo de recurso, rede virtual, sub-rede e NSG.

Outra observação é que na criação da máquina não escolhemos a região que ela estaria, a qual rede ela seria vinculada, a qual sub-rede etc., sendo tudo isso atrelado de forma automática pelo próprio azure, através do resource group em que ela foi inserida. Como no grupo de recurso selecionado continua apenas uma rede e uma subnet, ele atribuiu de forma automática. Lembrando que você precisa ter tudo isso pré-configurado para depois criar suas máquinas.

Isso é só uma pequena parte de tudo o que você pode fazer via Cloud Shell. Recomendo que utilize a documentação oficial da Microsoft para auxiliá-lo na construção de seus cenários e como guia de como realizar tudo da maneira correta. Acesse aqui.

Você gostou? Quer mais conteúdo como esse? Gostaria de aprender a criar grupos de recursos, rede virtual, sub-rede e NSG via cloudshell? Deixei um #EuQuero nos comentários e poderei trazer em um próximo artigo para vocês.

Espero que tenham gostado. Estou aqui para ajudar e compartilha o conhecimento que adquiro a cada dia.

Abraço a todos!

Créditos: docs.microsoft.com

Acompanhe as novidades em tempo real. Siga nosso perfil no Instagram..

pt_BRPortuguese

ATÉ 90% DE DESCONTO

DECOLE SUA CARREIRA!!

Quer dar um upgrade na sua carreira? 

Invista em você e saia na frente! Conquiste aquele emprego dos sonhos em 2022!