AOMEI Image Deploy – Saiba como instalar o sistema em vários computadores de uma só vez!

Instalar e configurar o sistema operacional em vários computadores na maioria das vezes demanda uma grande quantidade de tempo. Seja em um ambiente de laboratório de estudos, renovação do parque tecnológico ou aquisição de uma grande quantidade de máquinas, um dos maiores desafios do suporte de TI é a implatação do sistema operacional e configuração dos aplicativos em todas as máquinas. O tempo para a execução da atividade e o fato de precisar aplicar as mesmas configurações em cada máquina, além de tornarem o processo repetitivo e demorado, está suscetível a falhas humanas.

Leia mais:

11 Comandos de rede que todo administrador Windows deveria utilizar
Migrando/Importando DHCP do Windows Server 2008 para 2012/2016/2019
Como melhorar o desempenho do seu PC através da BIOS e encontrar possíveis problemas
Como Reiniciar Windows Server via CMD e Powershell
Proxmox VE – Criando Máquinas Virtuais

Para solucionar este problema, existem os softwares que realizam o Deploy em massa de uma imagem de sistema de acordo com as personalizações feitas em um único dispositivo. Em outras palavras, supondo que um suporte técnico tenha 100 computadores para realizar a instalação do mesmo sistema e aplicativos, basta realizar a instalação e configuração em apenas um deles e depois realizar a captura da imagem  do sistema e replicar para os outros 99. O processo que manualmente e unitariamente poderiam levar dias, pode ser resolvido em algumas horas.

Neste artigo, falaremos da ferramenta AOMEI Image Deploy. O AOMEI Image Deploy é uma ferramenta de implantação de imagens em lote que permite a implantação da imagem do sistema em vários computadores ou clonar vários computadores na rede local.

Na versão freeware da ferramenta permite realizar a implantação de até 20 máquinas simultâneas para uso não comercial. A versão paga para uso comercial, não há limitações e no dia de hoje(15/05/2021) está disponível pelo valor de U$199,00. O site oficial da ferramenta é o (https://www.ubackup.com/image-deployment-software.html) e nele pode ser realizado o download da aplicação bem como a consulta de materiais e guias técnicos.

O recurso mais interessante desta ferramenta é a possibilidade de montar uma biblioteca com imagens de vários sistemas e escolher na hora de realizar o deploy qual a imagem a ser instalada em cada host. 

A limitação de maior impacto desta ferramenta é o seu funcionamento estar restrito apenas a plataforma Windows. De acordo com o site oficial, as versões do Windows que possuem suporte são 10/8.1/8/7/Vista/XP and Server 2003/2008/2012/2016 (including 32/64-bit, R2/SBS system).

Os requisitos para a implantação do ambiente com AOMEI Image Deploy são:

  • 01 máquina servidor com sistema operacional Windows para a hospedagem da aplicação AOMEI Image Deploy e a biblioteca de imagens dos sistemas.
  • Servidor DHCP e DNS ativo na rede para distribuição automática de endereços e resolução de nomes.
  • 01 Switch para a conexão de rede do servidor com os hosts a serem implantados.
  • Patch cord para conexão via rede cabeada dos dispositivos ao Switch.

A ferramenta não está restrita a um requisito mínimo de configuração de hardware para o seu funcionamento. Contudo, em ambientes onde o servidor da aplicação possua grande performance e a conexão de rede for do tipo Gigabit o desempenho será maior e em menor tempo.

Posso citar aqui algumas das boas práticas para utilização desta ferramenta em ambiente profissional:

  • Utilizar o Windows Server como sistema operacional do servidor da aplicação (devido à possibilidade de utilização dos recursos de Servidor DHCP e DNS) embora que o AOMEI tenha seu próprio servidor DHCP, mas por permitir uma flexibilidade maior de configuração do ambiene.
  • Manter o ambiente de rede utilizado para o deploy com AOMEI Image Backup isolado do ambiente de produção devido ao alto tráfego de rede que pode comprometer o funcionamento de outros serviços (gargalo).
  • Utilizar disco de armazenamento sólido do tipo SSD no servidor para o armazenamento da instalação do sistema operacional e da biblioteca de imagens, o que garante um melhor desempenho ao ser associado com uma rede do tipo Gigabit. 
  • Utilizar Patch Cords de boa qualidade dos tipos Cat 5E ou Cat 6 para realizar a conexão com os hosts e garantir a passagem da maior quantidade de tráfego na rede, o que contribui para a agilidade do processo. 
  • Utilizar o mesmo segmento de rede LAN para todos os computadores
  • Possibilidade de configurar o Boot de inicialização nos hosts á serem implantados via rede.

Sabemos que nem sempre temos a mão os melhores equipamentos ou estrutura, mas ao implantar um projeto com esta finalidade, apenas quero deixar claro que quanto melhores os recursos, mais rápido o deploy irá ocorrer.

Neste artigo, abordaremos o uso da versão gratuita. Colocando a mão na massa, o primeiro passo é instalar a ferramenta AOMEI Image Deploy no servidor. Para isto, basta acessar o site oficial da ferramenta e realizar o download da mesma. O download pode ser feito através do link https://www2.aomeisoftware.com/download/aid/DeployFree.exe.

Em contrapartida, antes de usar o AOMEI Image Deploy, você precisa ter um arquivo de imagem do sistema que deseja instalar em todas as máquinas ou um arquivo de imagem de disco do sistema. Você pode instalar o AOMEI Backupper em um computador cujo você instalou e configurou e usá-lo para fazer o backup do sistema ou do disco do sistema para obter o arquivo de imagem (o sistema de backup deve ser o sistema que você deseja implantar em vários computadores clientes). Em outras palavras, é preciso que pelo menos seja configurada e instalada uma máquina do jeito que se deseja para implantar nas demais. Uma boa prática antes de realizar a captura da imagem, é executar o utilitário do sistema “SysPrep” que visa garantir que as IDS de instalação não entrem em conflito ao estarem no mesmo ambiente.

  • O arquivo de imagem do sistema feito por AOMEI Backupper deve ser colocado em uma pasta compartilhada de rede no Servidor ou Storage NAS, e a pasta compartilhada de rede ou NAS deve estar no mesmo segmento de rede com o segmento de rede dos computadores clientes. Isto não limita-se a estar no mesmo host hospedeiro da aplicação.

Após instalar a ferramenta no computador servidor, siga as etapas de acordo com o guia no site Oficial:

Passo 1

Ao iniciar a ferramenta, use “Criar Windows PE automaticamente” ou “Criar AOMEI Windows PE ISO inicializável manualmente” para criar o arquivo ISO do Windows PE que tem o programa AOMEI Image Deploy incluído.

Observação:

  • Selecione “Criar Windows PE automaticamente” e clique em “Avançar”, o programa criará automaticamente o arquivo ISO do Windows PE no diretório de instalação deste programa.
  • Selecione “Criar Windows PE automaticamente” e clique em “Criar WinPE”, ele trará a interface onde você pode criar manualmente o Windows PE ISO. Você pode clicar em “Adicionar Drivers” para adicionar drivers de dispositivo ao Windows PE ISO, se necessário. Em seguida, termine de criar o Windows PE ISO passo a passo. Quando terminar, volte para a interface principal e clique em “Browse” para selecionar o arquivo ISO criado.

2. Marque a caixa “Ativar DHCP” se necessário

  • Nota: Para fazer o AOMEI Image Deploy funcionar normalmente, deve haver um único servidor DHCP na LAN. Ao marcar a caixa “Ativar DHCP”, o Aomei ativará a função do servidor DHCP embutida. Isso é útil quando não há nenhum servidor DHCP em sua LAN. Para o funcionamento da aplicação, o servidor DHCP não limita-se a estar hospedado no mesmo servidor do AOMEI Image Deploy. Para esta finalidade, também pode-se utilzar o recurso de DHCP do Windows Server.

Passo 2

Entrando na segunda página do assistente, o programa AOMEI Image Deploy exibirá “O serviço foi iniciado, aguardando conexão …”, então você pode caminhar até os computadores clientes e inicializá-los, ou seja, acessar a BIOS e escolher o modo de boot de inicialização como “Rede” (LAN).

Observação:

  • Os computadores clientes têm que esperar para inicializar até o prompt “This computer has already prepared for the deployment order from server…”. 

Caso contrário, os computadores não conseguiram inicializar corretamente.

  • Para inicializar os computadores clientes: deve-se entrar no BIOS, definir a inicialização da rede como o primeiro dispositivo de inicialização ou permitir que os computadores clientes inicializem diretamente da rede.
  • Se a sua BIOS estiver no modo UEFI, você deve definir “UEFI and Legacy” ou “Legacy Only” para inicializar os computadores cliente. (Se o seu BIOS não suportar UEFI, você pode ignorar a etapa da operação).

Em seguida, aguarde até que todos os computadores clientes sejam inicializados com êxito, ou seja, todos os status dos computadores clientes na lista de exibição do programa AOMEI Image Deploy sejam iguais à “Computadores clientes conectados”. Após, marque a opção “Confirmo que todos os computadores clientes que precisam ser implantados estão online. ” e clique em “Avançar” para entrar na página de configuração de restauração.

Passo 3

A opção “Selecionar arquivo de imagem de backup” só pode selecionar o arquivo de imagem do sistema ou arquivo de imagem de disco criado pelo AOMEI Backupper com um nome de arquivo “.adi” na pasta compartilhada da rede ou NAS. Clique em “Procurar” para abrir a página para selecionar uma imagem e clique em “Adicionar compartilhamento ou dispositivo NAS” para adicionar diretório de compartilhamento de rede ou diretório de compartilhamento NAS e selecione o arquivo de imagem do sistema ou arquivo de imagem de disco com um nome de arquivo “.adi” de lá.

Passo 4

“Selecionar computadores cliente”: selecione os computadores clientes que precisam implantar o arquivo de imagem da lista. “Número do disco de destino”: especifique em qual disco do computador cliente você precisa implantar a imagem (o número do disco começa em 0-256).

“Computadores implantados”: especifique o número de computadores clientes que serão restaurados ou implantados ao mesmo tempo, 1 no mínimo e 33 no máximo. Se você definir como 3, ele restaurará a cada 3 computadores por vez e, em seguida, irá para os próximos 3 computadores.

Observação:

  • A restauração / implantação excluirá todas as partições no disco de destino, portanto, certifique-se de que os números de disco especificados sejam iguais aos dos discos que precisam ser restaurados nos computadores clientes. Geralmente, se o computador cliente tiver apenas um disco, o número do disco será “0”.
  • Os dados de origem são transferidos através da rede, portanto, aumentará a pressão da rede se os “computadores implantados” estiverem configurados com um valor muito alto, o que também diminuirá a velocidade de transferência e a velocidade de restauração / implantação. Portanto, você precisa definir o número adequado com base nos dispositivos de hardware, como placa de rede e fio. O número sugerido é 5.
  • Se o AOMEI Image Deploy Free estiver instalado no sistema operacional do servidor, apenas no máximo 20 computadores podem ser selecionados; se o AOMEI Image Deploy Free estiver instalado no sistema operacional do PC, um número ilimitado de computadores pode ser selecionado; se você precisar instalar o AOMEI Image Deploy no sistema operacional do servidor, e a necessidade de implantar um número ilimitado de computadores, o AOMEI Image Deploy Technician é uma escolha melhor.

Etapa 5

Selecione “Configuração” para definir as configurações de restauração.

“Definir nome do computador”: defina o nome do computador cliente após a restauração / implantação (versão paga).

“Definir IP”: defina o endereço IP e o servidor DNS do computador cliente após a restauração / implantação.

O nome e o IP dos computadores clientes podem ser definidos rapidamente conforme sua decisão.

“Restauração universal”: defina se usar “Restauração universal” para prosseguir com a restauração ou não. Se o hardware dos computadores clientes, como CPU, placa-mãe, não forem iguais aos do computador de origem no arquivo de imagem do sistema, selecione “Universal Restore”, que oferece suporte à restauração / implantação de imagem em um computador com hardware diferente e certifique-se de que o computador inicialize corretamente após a recuperação.

Observação:

  • Ao definir o nome do computador e o endereço IP, tente evitar definir o nome do computador já usado e o endereço IP com LAN.
  • “Set IP” e “Universal Restore” estão disponíveis apenas no AOMEI Image Deploy Technician.

Etapa 6

Clique em “Iniciar implantação” para entrar na página para prosseguir com a restauração / implantação. Você pode usar “Desligar o PC” ou “Reiniciar o PC” para definir se deseja desligar o computador ou reiniciá-lo após restaurar o computador cliente. Você pode verificar o progresso de implantação / restauração aqui. Os computadores cliente implantados podem carregar o sistema normalmente.

Espero poder ter contribuído para o conhecimento dos colegas e explicar de uma forma clara o funcionamento desta incrível ferramenta, que pode contribuir muito na agilidade de execução deste tipo de trabalho. Peço desculpas por neste momento não ter a disponibilidade de criar um ambiente em laboratório para a captura das telas da ferramenta em tempo real e melhorar ainda mais este material, mas em breve, conseguirei sanar esta dificuldade com a aquisição e upgrade do meu ambiente de estudos.

Este artigo foi escrito por mim João Paulo Scopel e publicado exclusivamente para o site Dicas de Infra. Sua distribuição é autorizada e gratuita, desde que mantidos os devidos créditos ao criador e ao site dicasdeinfra.com.br

Atuo como Consultor de Soluções Open Source, caso precisem de algum trabalho, mentoria ou consultoria, através dos canais de contato do Blog ou minhas Redes Sociais estarei á disposição.

Referências:

https://www.ubackup.com/help/image-deploy.html

https://pt.joecomp.com/deploy-system-images-to-multiple-computers-using-aomei-image-deploy-free#:~:text=AOMEI%20Image%20Deploy%20%C3%A9%20uma,v%C3%A1rios%20computadores%20na%20rede%20local.

Este artigo foi útil?

Para manter um padrão de qualidade para vocês, investimos em um ótimo plano de hospedagem, CDN Pago, Plugins de Otimização para o Site, etc…

Ajude-nos a manter o projeto ativo! 

Acompanhe as novidades em tempo real. Siga nosso perfil no Instagram..

João Paulo Scopel
João Paulo Scopel é graduado em Sistemas de Informação e profissional de Tecnologia da Informação há 10 anos. Atua como Analista de Tecnologia e Infraestrutura com ênfase em soluções Linux, é Consultor de Soluções Open-Source para empresas e é Colunista do Dicas de Infra.
pt_BRPortuguese

ATÉ 90% DE DESCONTO

DECOLE SUA CARREIRA!!

Quer dar um upgrade na sua carreira? 

Invista em você e saia na frente! Conquiste aquele emprego dos sonhos em 2022!